segunda-feira, 12 de julho de 2010

o dono da pensão



3 comentários:

  1. Primeiro, o azul visto e pressentido por uma janela indiscreta.
    Agora, o intenso azul que se confirma num corredor que alberga tantas portas...
    Depois... talvez uma porta se abra e confirme também o azul...
    Não é céu, não é mar.

    ResponderEliminar